sábado, 31 de maio de 2008


Tenho o terrível (?) hábito de rabiscar os livros que leio, sempre marcando algumas frases ou algumas palavras, e com o livro que acabei de ler hoje - Comer, Rezar, Amar, de Elizabeth Gilbert - não foi diferente, decidi então compartilhar aqui algumas dessas frases que por algum motivo (óbvio e pessoal) me chamaram a atenção...



"Precisa manter os pés plantados com tanta firmeza na terra que é como se tivesse quatro pernas, em vez de duas. Assim, você consegue permanecer no mundo. Mas você tem de parar de ver o mundo através da sua cabeça. Em vez disso, precisa olhar pelo coração. Assim você vai conhecer Deus."



"Sempre se preocupa demais. Sempre fica emotiva demais, nervosa demais."


"Mas nunca mais use o corpo ou as emoções de outra pessoa como um modo de satisfazer seus próprios anseios não-realizados."


"O que sei é o seguinte: estou exausta com as conseqüências cumulativas de uma vida de escolhas apressadas e paixões caóticas."


"Acredito realmente que a abstinência seja a coisa certa para mim agora."


"Nós nos amávamos. O problema nunca foi esse. Só não conseguíamos descobrir como parar de tornar o outro desesperadamente, alucinadamente, desgraçadamente infeliz."


"Galopamos pela vida como artistas de circo, equilibrados em dois cavalos que correm lado a lado a toda velocidade - com um pé sobre o cavalo chamado "destino", e o outro sobre o cavalo chamado "livre-arbítrio". E a pergunta que você precisa fazer todos os dias é: qual dos cavalos é qual? Com qual cavalo devo parar de me preocupar, porque ele não está sob meu controle, e qual deles preciso guiar com esforço concentrado?
Há tanta coisa no meu destino que não posso controlar, mas outras coisas estão, sim, sob a minha jurisdição. (...) E, acima de tudo, posso escolher meus pensamentos."


"(...) encontre alguém novo para amar um dia. Leve o tempo que precisar para sarar, mas não se esqueça de um dia compartilhar o seu coração com outra pessoa. Não transforme a sua vida em um monumento ao David ou ao seu ex-marido."


"Essa é a maior lição do carma (...) - cuide dos problemas agora ou vai ter de sofrer de novo mais tarde, quando estragar tudo da próxima vez."


"(...) uma cura para um coração partido (...) - Vitamina E, dormir bastante, beber bastante água, viajar para um lugar bem longe da pessoa que você amou, meditar e ensinar a seu coração que isso é o destino."


"A gente precisa ter o coração partido algumas vezes. Isso é um bom sinal, ter o coração partido. Quer dizer que a gente tentou alguma coisa."


"Muitas vezes, no amor, fui vítima do meu próprio otimismo."


"Disse que eu parecia (...), e muito cansada de ser corajosa."


e, por último, a minha preferida:

"Eu te amo, eu nunca vou te deixar, eu vou sempre cuidar de você."





Nenhum comentário: