segunda-feira, 30 de junho de 2008


.são as coisas que você não diz que me matam de medo, vagando entre a terra e o céu, disfarçadas de segredo.
.
.eu devo gostar de perder meu tempo com você. (gosto(!!), e como gosto!)
.
.fiquei com você pra sempre abraçada. até acabar a madrugada e amanhecer em julho. (com você mais uma vez :)
.
.
.
.a vida é curta pra ser pequena amor, não vale a pena reclamar.
.
.
.

Nenhum comentário: