quinta-feira, 19 de junho de 2008


Meu lema é: "Não há nada bom que não possa melhorar". Sou uma otimista convicta. E minha fé nunca me abandonou. Coloquei um champanhe no gelo. Esse ato, para mim, é quase um ritual. Para favoráveis e desfavoráveis momentos. Quando as coisas não estão saindo como espero, o estampido da rolha detona um recomeço: a maré de azar que fique pra trás. E se, ao contrário, tudo vai de vento em popa, um brinde se faz sagrado. Experimente. Fazer da vida uma festa dá outro sabor à existência.

Nenhum comentário: