quarta-feira, 30 de julho de 2008


Foi quando eu disse que te esqueceria rápido foi que eu cometi o maior dos meus equívocos. O processo anda não só estagnado como também torna-se cada dia mais doloroso.
Eu realmente achei que as nossas diferenças bastariam para eu me convencer que a atual situação é a certa. Cada um por si, ou nós por tantos outros. Que tolice a minha ter me permitido errar. Agora a cada gole d´água, mudança de temperatura ou rua atravessada, a incessante dor da tua ausência.
Você nunca imaginou que faria tão mal a alguém por querer tão bem, não é? É difícil conhecer tão a fundo céu e inferno em período tão curto. A sua passagem por aqui durou o tempo necessário para me oferecer o mais doce gosto e depois me deixar chupando gelos. Você foi feito férias.
E mesmo com tanta lição aprendida sobre relacionamentos e dar valor, hoje eu preferia não saber nem mais escrever o meu nome. Eu trocaria todo o conteúdo adquirido por só saber mais uma vez que o teu corpo tem o peso exato sobre o meu. Pra ter ter mais uma chance de decorar todos os teus 100 sorrisos. Pra entrar pela vigésima vez na tua vida e causar novos estragos. Pra te firmar que eu não presto mesmo, que sou de fato uma louca mas que preciso comigo do teu juízo.
Porque indiscutivelmente não faz o menor sentido entender tanto do amor se não for pra oferecer a você. Se não for em devoção a você. Hoje eu já não sei mais se atormento os teus pensamentos, mas isso era tudo o que eu mais queria. Ser em uma só identidade sonho e pesadelo.
Não me fale de ciúmes, prazeres e afetividade, se são sentimentos que só existem a partir de você. Entende agora o meu desespero? É como se eu me anulasse. Eu deixo de existir para o que há de melhor. E o que um dia foi minha culpa agora se volta contra você, que se nega ao amor por orgulhos. Parabéns, você acaba de matar um coração!



SEMPRE AQUI
Você foi realmente um alguém. Soube ser o contrário de muitos, que foram pessoas apenas "ninguém".
(Alan Castaman)
Hoje somos mais vivos do que nunca.
Mentira, estarmos sós.
Nada, que eu sinta, passa realmente.
É tudo ilusão de ter passado.

(Carlos Drummond de Andrade)

segunda-feira, 28 de julho de 2008


LUTO


And the tears come streaming down your face
when you lose something you can't replace
Could it be worse?

Tears stream down your face,
when you lose something you cannot replace!


VAI EM PAZ THIAGO!

sábado, 26 de julho de 2008

.

°there's no love like you and me
and no loss like us apart

°my care for you is from the ground up to the sky
it's over under up above down below and to the side

°no use in pretending
no use in saving face
my love is never ending
you are my saving grace
.
.
(By my side - Ben Harper)

sexta-feira, 25 de julho de 2008


Que os braços sentem
E os olhos vêem
E os lábios sejam
Dois rios inteiros
Sem direção
.
.
"Embora tenha passado por tudo que passei, não me arrependo dos problemas em que me meti - porque foram eles que me trouxeram onde desejei chegar."

- e como diz minha amiga Bruna "aquela velha história né: tira o que teve de bom e o resto JOGA FORA!!"

quinta-feira, 24 de julho de 2008

.
.

"É tão difícil falar e dizer coisas que não podem ser ditas. É tão silencioso. Como traduzir o silêncio do encontro real entre nós dois? Dificílimo contar. Olhei pra você fixamente por instantes. Tais momentos são meu segredo. Houve o que se chama de comunhão perfeita. Eu chamo isto de estado agudo de felicidade."


(Clarice Lispector)
.
GOSTO DE NADA
.
No meio de uma noite de insônia pensei o quanto ficamos no raso.
.
.
.
DONA DE MIM
.
.

.

.

.

sexta-feira, 18 de julho de 2008

E aí alguém te pergunta aonde foi parar a tua vontade...

Como explicar que mudou de lugar?
(by Lali)



quarta-feira, 16 de julho de 2008

.
.
.
Algumas vezes, ser a pessoa ideal não é o bastante.
.
.
Quando não houver mais o que fazer, não faça.
Pare de tentar. Você saberá quando a hora chegou. Você saberá quando já tentou tudo.
.
.
.

terça-feira, 15 de julho de 2008




Só por hoje.


Feche as cortinas do amanhã. Feche as cortinas do ontem. Viva um dia de cada vez.


Só por hoje.


Você e eu podemos agüentar qualquer sofrimento, desde que seja só por hoje.

Supere qualquer ressentimento, só por hoje.

Respire fundo e faça algo positivo e diferente, só por hoje.


Viva. Viva de verdade.


Só por hoje.



(Aldo Novak)

segunda-feira, 14 de julho de 2008


.

na vida tudo passa, não importa o que tu faça
o que te fazia rir hoje já não tem mais graça
.

tudo muda, tudo troca de lugar
.

o filme é o mesmo só o elenco que tem que mudar
.

que alterar pra poder se encaixar
.

se não for pra ser feliz é melhor largar

.

domingo, 13 de julho de 2008

.
.
.
não procure sentir coisas que você não está sentindo mais
.
.
.
Idealizamos com sonhos dourados um futuro cheio de felicidade.
Alimentamos expectativas que geram ansiedade e desassossego, fazendo de nossas vidas um verdadeiro inferno.
Quando nada sai como queremos, a frustração e a raiva nos levam ao desequilíbrio destruidor.
É quando percebemos que o que queremos é a paz para voltarmos a ter gosto de viver.

terça-feira, 8 de julho de 2008

– Eu ia dizer que você me faz “muita falta”, mas você entendeu “Você está em falta”... comigo, com a vida, consigo mesmo.

E passamos meia hora evitando nos olhar de frente, nesses momentos o universo esteve em desconserto, e nós desconcertados.

(Lya Luft)


segunda-feira, 7 de julho de 2008


eu to tentando
tentando
tentando
tentando
tentando


E se você não soubesse o que tinha, até perder pra sempre?


E se a vida te desse uma segunda chance, pra amar quem você perdeu?


E se você tivesse um dia pra mudar o destino?
Cansada
.
.
de mentira e falsidade
de fingir que me agrada
de celular que não toca quando preciso
de celular que toca em momentos impróprios
de esperar
de querer e não ter
de não poder
de segunda opção
de palavras - somente palavras
de enrolação
de sexo sem compromisso e milkshake sem ninguém pra dividir o canudinho
de cama vazia
de falso moralismo
de falsas promessas
de falta de consideração
da minha extrema consideração
de me importar
de pensar que alguém se importa
da mesmisse
do costume estagnante
de passividade
desse conformismo
da maldita perda dos sonhos
dos planos desfeitos
de F
de R
de quem só pensa em sexo (onde foi parar o amor e o carinho??!)
daqueles que não calam quando deveriam calar
daquele que se acha importante, sem realmente o ser(!)
da insensibilidade de uns
da infantilidade de outros
da cara de pau de vários
de dar e não receber
de quem não sabe receber
de quem não arrisca
daqueles que insistem no erro
dos que insistem no SIM, sabendo que é NÃO(!)
dos que, por algum motivo foram e voltaram, e agora insistem em ficar
cansei, cansei, canseeeeiii
parei!
.
.
.

domingo, 6 de julho de 2008

quarta-feira, 2 de julho de 2008

.
.
.
.
maybe it’s best you leave me alone
.
.
.
.
agora pude perceber que me perdi no meio do caminho
perdi muita coisa que era(?) minha
não posso acusá-lo de ter roubado nada de mim, porque nesse caso tudo foi consentido
e isso é o que mais dói
saber que se em algum momento deixei parte de mim pra trás por você, foi porque permiti.
ilusões podem causar um grande estrago na vida de uma pessoa
e por mais que eu ainda queira, não consigo pensar que algo ainda vale a pena
preciso reencontrar o que se perdeu de mim
e deixar o que é seu lá pra trás, perdido.
é difícil, mas de vez em quando necessário, ser realista!

terça-feira, 1 de julho de 2008