sexta-feira, 25 de julho de 2008


Que os braços sentem
E os olhos vêem
E os lábios sejam
Dois rios inteiros
Sem direção
.
.

Nenhum comentário: