sábado, 6 de setembro de 2008

"A gente destrói aquilo que mais ama
em campo aberto, ou numa emboscada;
alguns com a leveza do carinho
outros com a dureza da palavra;
os covardes destroem com um beijo
os valentes destroem com a espada.
Mas a gente sempre destrói aquilo que mais ama."

(trecho de “A balada do cárcere de reading” - Oscar Wilde)

Nenhum comentário: