segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

tenho andado mto sem tempo... trabalho acabando comigo e sem pc
ja mudei de cidade, arrumei trabalho, revi conceitos e deixei MUITA gente pra la - acredite, quando eu digo muita, realmente é muita³ ;x -.
o pouco tempo que sobra tenho dormido e bancado a dona de casa... o trabalho me cansa demais e eu mal tenho tido tempo pra comer direito, o resultado tem sido belas dores de estômago durante o dia...
esse deve ser o último post de 2010, então quero desejar um ótimo 2011 a quem passa por aqui, repleto de muita saúde, paz, sucesso, amor, realizações e novos sonhos!

beijos e fiquem com Deus

terça-feira, 9 de novembro de 2010

(...) suspenso entre algo que começava a fechar-se e algo que terminava de abrir-se.

- Caio F. Abreu -

quinta-feira, 4 de novembro de 2010


"Minha boca cantará cantos de alívio pelo que se foi, cantos de espera pelo que há de vir."

(Caio F. Abreu)

porque minha realidade ultimamente é essa

segunda-feira, 1 de novembro de 2010


ainda pior do que sofrer por um final é não querer encarar que eles acontecem e fazem parte da vida, do crescimento...

digo isso porque ando cansada dessa gente que insiste em fazer de conta que nada acontece, que prefere fazer do conformismo filosofia de vida.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

voltas

... a vida da muitas voltas.

em uma delas percebi tanta coisa no lugar errado... entre sentimentos e atitudes sobrou a certeza das coisas que quero e a vontade e coragem pra correr atrás delas.


domingo, 10 de outubro de 2010

é uma saudade daquela que nunca tinha sentido antes
é tudo da forma como nunca tinha sentido antes

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

quando começamos a nos livrar de alguns fantasmas é que o sossego volta e as coisas começam a andar... e no fundo eu sabia isso desde o começo, mas tava difícil.
nada como insights sobre relações sádicas pra fazer o jogo virar.

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

sexta-feira, 24 de setembro de 2010


já pensei demais no que poderia vir depois, em como agiria depois, no que faria depois... e tudo parecia tão difícil até alguns dias atrás.
continuo pensando no que pode acontecer, mas com uma tranquilidade absurda que só poderia mesmo ter sido causada pelas últimas conversas...
mas continuo pensando naquele "por que eu?"

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Lifehouse - whatever it takes

She said "If we're gonna make this work
You gotta let me inside even though it hurts
Don't hide the broken parts that I need to see"
She said "Like it or not it's the way it's gotta be"

domingo, 19 de setembro de 2010

disse que não queria voltar atrás de nada
agora me vejo repensando tudo
confusão demais
cabeça que não para
vou acabar ficando louca

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

você já não cria expectativas, vai seguindo como todos lhe ensinaram - sem esperar demais -; cansada de investir no que não dá certo, de agir de forma precipitada tendo como base as ilusões criadas pela sua mente confusa; leva todo relacionamento que surge com a barriga até chegar um momento no qual nem sequer suporta mais a idéia de querer alguém.
mal sabe você das surpresas que a vida ainda lhe reserva...

Caio sempre sabe
"Não, meu bem, não adianta bancar o distante: lá vem o amor nos dilacerar de novo"

juntos.

"Ela gostava de estar com ele, ele gostava de estar com ela. Isso era tudo. Dormiam juntos, no sonho, porque era bom para um e para outro estarem assim juntos, naquele outro espaço. Não vinha nada de fora, nem ninguém. Deitada nua no ombro também nu dele, não havia fatos. Dormiam juntos, apenas. Isso era limpo e nítido".
(Caio F. Abreu)

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

em dias assim o melhor a se fazer - deveria - ser não pensar... (faz-me-rir)
no meio de tanta coisa pra colocar em ordem, da perda de mais um amigo e o retorno de todas aquelas lembranças horríveis de dois anos atrás, de pensamentos e sentimentos confusos e milhares de coisas pra estudar, passei o dia feito barata tonta dentro de casa...
preciso de certezas, não quero mais me ver voltando atrás de nada.

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

sobre amores e homens fracos

Ela disse à ele que iria sumir da vida dele, que iriam ter que se afastar um do outro. Disse que se pra ele a distância era mais forte que o sentimento por ela, que ela iria deixá-lo, então, e pediu pra ele que só voltasse a procurá-la quando quisesse lutar junto com ela, quando o sentimento, dele por ela, fosse inteiro... E como resposta obteve o silêncio! Quando o que ela mais queria era uma reação, qualquer que fosse, que ele pedisse pra ela não ir, que poderia lutar junto com ela, que estava disposto a lutar...ele foi fraco, o amor dele é fraco, se a única resposta que pode dar é o silêncio, então que se afaste, que vá embora! Não consigo aceitar nada pela metade, pessoas pela metade. Se for pra ter alguém pela metade, melhor não ter!!


sábado, 21 de agosto de 2010


fui embora
deixei você e a vida sossegada - e monótona - que tinha pra trás
peço que procure entender que aquilo já não me servia, eu preciso de mais
entenda que é preciso ser sincero consigo mesmo e ir em busca do que nos faz feliz
pra isso precisei te deixar.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

aos poucos vou percebendo que todos os meus grandes planos de tempos atrás já não prevalecem mais... hoje me basta o simples e encantador




quinta-feira, 12 de agosto de 2010

hoje precisei ir a farmácia, aproveitei para comer algo na rua, andar um pouco e ficar comigo mesma em um lugar que não fosse a cama. durante o meu trajeto, me deparei com 2 ogros - leia-se homem sem o mínimo de educação e gentileza - e fiquei pensando comigo o que leva uma mulher a se casar com uma "figura" dessa....
chegando em casa fui fazer pesquisa com as amigas no msn.... obtive apenas uma resposta

"pq saum bestas e achamos que soh os cavalos saum bons de cama. eles podem ateh ter pegada.. mas depois de um tempo mal sabem proporcionar um bom orgasmoo.. pq soh estaum preocupados com os seus próprios umbigos de ogros.." e completou "eh q assim amiga .. existem mulheres sem cérebro"

outra amiga respondeu não saber

perguntei então a um amigo que me disse...

"o pq não sei... acho q gostam de ser maltratadas... elas devem achar q são menores q os homens e um ogro mostra na marra isso pra elas"

depois de muito pensar só cheguei a conclusão que deve ser devido a desespero + acefalia


Zero Hora - 12 de agosto de 2010 | N° 16425

LITERATURA

Preservando Caio F.

"Quase 15 anos após sua morte, Caio Fernando Abreu e sua obra ocupam um lugar de importância incontestável na literatura brasileira. A redescoberta da prosa intimista de Caio, fortemente influenciada por Clarice Lispector, por uma nova geração de leitores e pesquisadores, as reedições recentes que mantêm sua obra circulando e uma nova fornada de estudos acadêmicos têm mantido aceso o interesse pelo autor de Morangos Mofados e Onde Andará Dulce Veiga?, morto precocemente, em fevereiro de 1996, aos 47 anos, em decorrência de complicações de saúde após ter sido diagnosticado com aids. Agora, a discussão principal é o que fazer com os sinais de sua passagem por uma Porto Alegre com a qual o escritor viveu uma relação ambivalente de afeto e distância: seu acervo literário e a casa onde morou em seus últimos anos, no bairro Menino Deus."

na foto abaixo, feita em 1995, Caio posa à frente do sobrado





as vezes sinto uma vontade enorme de apagar tudo e (re)começar o blog do zero, mas sinto que seria um crime contra os meus devaneios e insanidades postados aqui.
dias atrás parei pra ler tudo que já foi dito, o que ficou subentendido nas entrelinhas... o riso foi inevitável, incrível perceber em quanta bagunça já me meti, e o pior (?) de tudo, quanta bagunça junta... realmente meus tempos de "ser vivente" não foram moles.
obviamente, muita coisa não foi dita, detalhes foram omitidos, acredito que tenha sido um ato inconsciente, para que, no dia em que resolvesse voltar, percebesse que esquecer é, além de inevitável, necessário.
enfim, esse post é apenas para deixar registrado que nos últimos dias andei voltando ao passado e repensando muita coisa, e repensando entendi e virei - agora sim - a página.








quarta-feira, 11 de agosto de 2010

(...) e a gente sente que ela não espera mais
nada de nada nem de ninguém, que está absolutamente
sozinha e numa altura tal que ninguém jamais conseguiria alcançá-la.

Caio F. Abreu

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

retirado do blog da Andréa


Salve a casa do Caio Fernando Abreu
Onde mora o Caio Fernando Abreu, você sabe?
A maioria sabe que ele viveu no bairro Menino Deus, aqui em Porto Alegre.
Eu tinha essa dúvida, não tenho mais.
Escrevi sobre isso no post http://wunschelrute.blogspot.com/2010/04/caio-fernando-abreu-fisica-quantica-e-o.html. O mesmo post pelo qual me encontrou o escritor Fábio Fabrício Fabretti. Fábio, um apaixonado pelo trabalho do Caio estava em busca do endereço CF. O Fabio participou do trabalho "Caio Fernando Abreu - Cartas". Fábio veio à Porto Alegre lançar seu mais recente trabalho, a biografia profissional da atriz Glória Pires - 40 de Glória.

Em função do Caio entrou em contato comigo para que eu fosse ao lançamento, fui. Caio Fernando Abreu nos apresentou e não poderia ter sido diferente, amigos de infância em poucos dias. Nesses dias que passamos juntos ficamos envolvidos com o Caio e o Fábio, que sabia o endereço da época do trabalho "cartas" fez uma descoberta, a casa do Caio está à venda.

Fomos visitar! Fim de tarde, dia de chuva e nós lá na casa do Caio Fernando Abreu, na sala do Caio, no quarto do Caio! Fantástico!
Antes de saber que a casa estava à venda havia comentado com o Fábio que em Porto Alegre não havia nada que lembrasse o escritor, nada. Que deveria haver, no mínimo um café aqui no Menino Deus que tivesse o nome. Algum tipo de homenagem. Justo mesmo seria que Porto Alegre tivesse uma Casa de Cultura Caio Fernando Abreu.

Bom pessoal, a casa está lá para ser vendida. Provavelmente será destruída e transformada em prédio, como está acontecendo com tudo aqui no Menino Deus. Então, pensamos em criar uma campanha para tentar "salvar" a casa do Caio e transforma-la em um centro cultural. Não temos interesse em administrar isso, queremos sim é divulgar a situação da casa e batalhar um patrocínio. Que o Estado ou alguma empresa privada assuma a casa.

Então estamos lançando essa campanha "Salve a casa do Caio Fernando Abreu" e pedimos a todos que se interessam e acham o iniciativa importante que divulguem para o máxima de pessoas possível. Vamos elaborar um blog e encaminhar um e-mail com pedidos de assinatura.

Enfim pessoal, sabemos que é complicado mas vale tentar.

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

ontem me tornei oficialmente psicóloga... canudo na mão e vida nova que se inicia

boa sorte pra mim!

segunda-feira, 2 de agosto de 2010



"Eu me sinto às vezes tão frágil, queria me debruçar em alguém, em alguma coisa. Alguma segurança. Invento estorinhas para mim mesmo, o tempo todo, me conformo, me dou força. Mas a sensação de estar sozinho não me larga. Algumas paranóias, mas nada de grave. O que incomoda é esta fragilidade, essa aceitação, esse contentar-se com quase nada."


- Caio F. Abreu -

domingo, 1 de agosto de 2010

LAMENTÁVEL, OU, PORQUE AS VEZES TENHO VERGONHA DO SER HUMANO


Fonte: G1

Cavalo cai na reta de chegada de corrida no Rio e é sacrificado

O acidente não atrapalhou o término da competição.
Jóquei foi levado para hospital da Zona Sul e passa bem.


Um acidente marcou o Grande Prêmio Brasil de Turfe, neste domingo (1º), no Jockey Club Brasileiro, na Gávea, Zona Sul do Rio. O cavalo Vasoveda caiu na reta de chegada e foi sacrificado. O acidente não atrapalhou o término da competição, que este ano homenageou o primeiro GP Brasil da história, realizado em 1933.

O cavalo Vasoveda e o jóquei Ivaldo Santana foram atendidos ainda no local. Enquanto Ivaldo era levado para a ambulância, o animal, que teve uma fratura exposta, foi sacrificado ainda na pista. O jóquei foi levado para um hospital da Zona Sul do Rio e passa bem.


quarta-feira, 21 de julho de 2010

venho me mantendo dentro do meu mundo, sozinha com meus livros e pensamentos.
tão sem saco pro mundo lá fora, pras pessoas e seus problemas, pra gente chata que só saber reclamar da vida e não da um passo na direção contrária...
fechada no meu mundo pude perceber o quão superficiais tem sido algumas relações, tenho me contentado com quase nada e criado a fantasia de que as coisas são exatamente como gostaria que fossem...

quarta-feira, 14 de julho de 2010

segunda-feira, 5 de julho de 2010

e mais uma vez me vejo descrente em tudo que tem a ver com o sexo masculino;
.
.
a facul ta acabando, última semana, muita coisa vai mudar!

sábado, 26 de junho de 2010

só para constar
.
.
hoje aquele "saudades de você" me dói uma bofetada - bem dada no estômago

quinta-feira, 24 de junho de 2010

um dia me irritei, chutei o pau da barraca e mandei ele praquele lugar; fui atrás de outro, que depois de 3 ou 4 pitis por ciúmes me irritou e, mais uma vez, chutei o pau da barraca; agora estou indo em frente com o último motivo de piti...
e to feliz
pontofinal
- porque nada acontece por acaso -

domingo, 13 de junho de 2010

Vou explicar de novo, talvez não me tenha feito entender.
Quero você pra mim, mas isso não lhe dá o direito de agir como quiser. Lembre-se: sentimentos pedem correspondência, e se não nutridos, na melhor das hipóteses, morrem. Não se engane: quando ligo e você não atende, quando falo e você não ouve, quando olho e seu olhar desvia, algo acontece: não há pedido de desculpas, ainda mais quando repetido à exaustão, capaz de curar todas as feridas; se quer curar todas, aja como quem quer curar todas.
Talvez eu veja agora o que já deveria ver desde o início: que nenhum amor deve ser maior que aquele por si mesmo, e que nisto nada há de narcisismo; apenas a constatação de que, em todas as instâncias, é apenas conosco que podemos ter a certeza de sempre estar, a todo dia, em todas as horas, e que da nossa companhia é impossível fugir; assim, da mesma forma, é impossível fugir das cobranças que nos fazemos. Talvez agora eu veja que o egoísmo não é somente introspecctivo, mas também se mostra quando o outro parece-nos mais importante do que aquilo que nos compõe. Talvez eu tenha visto que as noites de choro, o entorpecimento do vinho e os ouvidos amigos não são opção de destino para aquilo que pretendia lhe oferecer.
Talvez eu tenha visto que a quero pra mim, mas não a qualquer preço.
Coloco-me onde devia estar: como quem a vê, como quem a quer, mas como alguém que responde àquilo que recebe.
Minha espera, agora, é em movimento.
.
.

Renato Alt in Outono

segunda-feira, 17 de maio de 2010

"E assim, aos poucos, ela se esquece dos socos, pontapés, golpes baixos que a vida lhe deu, lhe dará. A moça - que não era Capitu, mas também tem olhos de ressaca - levanta e segue em frente. Não por ser forte, e sim pelo contrário...por saber que é fraca o bastante para não conseguir ter ódio no seu coração, na sua alma, na sua essência. E ama, sabendo que vai chorar muitas vezes ainda. Afinal, foi chorando que ela, você e todos os outros, vieram ao mundo."


Caio Fernando Abreu

domingo, 16 de maio de 2010

.
.
quando resolvi partir pro tudo ou nada, não pensei que seria tão difícil seguir adiante... difícil fingir que não quer, que não sente saudade, vontade de estar junto de quem se aprende a gostar.
.
.
o problema está em não querer esquecer, não querer seguir adiante se não estiver com ele por perto.
.
.
minha vida vai dar um giro de 180 graus em muito pouco tempo e eu to morrendo de medo do que vai acontecer, a verdade é essa.
.
.
"ele gostava quando ela dizia sabe, nunca tive um papo com outro cara assim que nem tenho com você. ela gostava quando ele dizia gozado, você parece uma pessoa que eu conheço há muito tempo. e de quando ele falava calma, você tá tensa, vem cá, e a abraçava e a fazia deitar a cabeça no ombro dele para olhar longe, no horizonte do mar, até que tudo passasse, e tudo passava assim desse jeito. ele gostava tanto quando ela passava as mãos nos cabelos da nuca dele, aqueles meio crespos, e dizia bobo, você não passa de um menino bobo."
.
(Caio F. Abreu)
.
.
.
.
saudade é uma coisa bem cretina

sábado, 8 de maio de 2010

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Desistir, ainda que não pareça, foi meu grande gesto de coragem
(obviamente Caio F. Abreu)

segunda-feira, 3 de maio de 2010

18 de Maio





Seqüestrada em 18 de maio de 1973, Araceli Cabrera Sanches, então com oito anos, foi drogada, espancada, estuprada e morta por membros de uma tradicional família capixaba. Muita gente acompanhou o desenrolar do caso, desde o momento em que Araceli entrou no carro dos assassinos até o aparecimento de seu corpo, desfigurado pelo ácido, em uma movimentada rua da cidade de Vitória. Poucos, entretanto, foram capazes de denunciar o acontecido. O silêncio da sociedade capixaba acabaria por decretar a impunidade dos criminosos.

Os acusados, Paulo Helal e Dante de Bríto Michelini, eram conhecidos na cidade pelas festas que promoviam em seus apartamentos e em um lugar, na praia de Canto, chamado Jardim dos Anjos. Também era conhecida a atração que nutriam por drogar e violentar meninas durante as festas. Paulo e Dantinho, como eram mais conhecidos, lideravam um grupo de viciados que costumava percorrer os colégios da cidade em busca de novas vítimas.

A Vitória daquela época era uma cidade marcada pela impunidade e pela corrupção. Ao contrário do que se esperava, a família da menina silenciou diante do crime. Sua mãe foi acusada de fornecer a droga para pessoas influentes da região, inclusive para os próprios assassinos.

Apesar da cobertura da mídia e do especial empenho de alguns jornalistas, o caso ficou impune. Araceli só foi sepultada três anos depois. Sua morte, contudo, ainda causa indignação e revolta. O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes vem manter viva a memória nacional, reafirmando a responsabilidade da sociedade brasileira em garantir os direitos de todas as suas Aracelis.

O dia 18 de maio foi criado em 1998, quando cerca de 80 entidades públicas e privadas, reuniram-se na Bahia para o 1º Encontro do Ecpat no Brasil. Organizado pelo CEDECA/BA, representante oficial da organização internacional que luta pelo fim da exploração sexual e comercial de crianças, pornografia e tráfico para fins sexuais, surgida na Tailândia, o evento reuniu entidades de todo o país. Foi nesse encontro que surgiu a idéia de criação de um Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual Infanto-Juvenil.

De autoria da então deputada Rita Camata (PMDB/ES) - presidente da Frente Parlamentar pela Criança e Adolescente do Congresso Nacional -, o projeto foi sancionado em maio de 2000.

Desde então, a sociedade civil em Defesa dos Direitos das Crianças e Adolescentes promovem atividades em todo o país para conscientizar a sociedade e as autoridades sobre a gravidade da violência sexual.

Lei 9.970 – Institui o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infanto-juvenil

Art. 1º. Fica instituído o dia 18 de maio como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

quinta-feira, 22 de abril de 2010

não sei como e onde foi que perdi o foco no meio dessa história, só sei que acabei aqui, assim: sem palavras, sem ações, sem telefonemas atendidos... só eu e meus pensamentos estúpidos sobre nós.
agora eu tô aqui, esperando você sair do esconderijo pra que eu possa dizer que acabou, que eu cansei, que não tenho mais forças pra continuar carregando o barco sozinha, que sinto muito por tudo que poderíamos viver juntos, mas resolvi pensar mais em mim mesma.

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Luiz Carlos Prates...

"As pessoas se enganam muito ao escolher pessoas para parceiras, para casar, por exemplo. As pessoas não são o que vestem, falam ou têm. As pessoas são o que fazem. Olhando-as com cuidados as descobrimos nos íntimos. As ações revelam. Daí que quem tem olhos de ver, dificilmente casará… Ou fará negócios."

sexta-feira, 26 de março de 2010

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

"eu o tinha perto o suficiente para ver como foi covarde com nossa relação, como jamais assumiu o que ele tanto desejava, mas achava perigoso demais para ter"
.
(O Zahir - Paulo Coelho)

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

"Aos poucos a gente vai mudando o foco. E o lugar nem te acrescenta mais, você começa a precisar de outra lugares. E de outras pessoas. E de bebidas mais fortes. Nem pensa. Vai indo junto com as coisas."
.
(Caio F. Abreu - porque as vezes parece que só ele me entende)

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

"(...) eu queria saber até que ponto você não era apenas uma projeção daquilo que eu sentia (...)"
.
(Caio F. Abreu)
.
.
porque as vezes eu sinto muito medo do que venho sentindo, e esse medo me segura e apaga cada momento junto ao teu lado... faz com que tudo vire pessimismo e escuridão.
a verdade é que faz tempo que não sentia tudo o que tenho sentindo, há tempos não desejei tanto que uma relação desse certo, e não estive decidida a fazer o que fosse possível pra ter uma pessoa ao meu lado de verdade.
e eu falo sério, não é pra fazer com que você se encante com minhas palavras, muito menos pra mostrar o quão viril você é, é a mais pura e doce verdade!
pra uma pessoa que ja passou por tanta coisa, como eu, não é qualquer cara que arranca suspiros e desejos de que "dure pra sempre", não é mais qualquer cara que se torna merecedor de empenhos, sonhos, entrega e mudanças.
talvez seja tudo fruto da minha cabeça que vê o homem ideal pintado em você, talvez seja o que realmente é, e isso faz com que eu fique encantada com a sua cara de bobo quando chega pra me ver e faz ainda com que eu deseje, a cada dia mais, fazer o que for possível pra que continuemos juntos...

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

tanto tempo sem passar por aqui... muita coisa rabiscada e jogada fora... coisas escritas, mas impublicáveis, tenho sentido muita falta dos meus diários...
2009 acabou bem, 2010 é que começou cabuloso, mas ao menos serviu pra entender algumas coisas e dar um fim a outras.
tenho tido dias agitados, dias calmos passados apenas com meus pensamentos... tem sido bom.
as vezes calma, as vezes em crise (como sempre!)... mas tem sido incrível como cada momento de crise e ataque de raiva tem me feito perceber coisas importantes, penso que a Psicologia pode me deixar louca qualquer dia desses...
o problema disso tudo é que eu acabo de me perceber voltando a ser "aquela" de antes... mas isso é assunto pra ooutro momento... até mesmo porque só vim parar aqui hoje por motivo de força maior...

"Nunca, jamais diga o que sente, por mais que doa, por mais que te faça feliz. Quando sentir algo muito forte. Peça um drink." (Caio F.)