sexta-feira, 31 de maio de 2013


em um mundo em que todo mundo que adora criticar/ofender se esconde atrás do anonimato/perfil fake, quem se mostra é rei... porque sinceramente, se você não tem a dignidade de mostrar a "cara", você não vale o "excluir" do moderador.
sempre fui nerd quando o assunto se trata de redes sociais, todas elas nunca são o suficiente pra mim; sempre amei livros, fotografia, música e escrever; sempre precisei de um espaço onde pudesse extravasar todo exagero de sentimento que me sufoca, sem nunca precisar de um blog/facebook/tumblr/ask.fm/twitter pra pisar em ninguém; sempre precisei de um mundo meu, onde conseguisse exprimir o que minha mãe e irmã chamam de "drama"... sempre senti demais, amei demais, sofri demais, gostei demais (ou simplesmente não senti, não amei, não sofri, não gostei) e por isso não dou o direito há quem quer que seja que tente bagunçar o meu mundo, seja ele real ou virtual.

segunda-feira, 27 de maio de 2013

"Se você vai tentar, vá até o fim
caso contrário, nem comece"


- Charles Bukowski - 



porque acho um saco essa gente que brinca de esconde-esconde

domingo, 26 de maio de 2013

"Você tem mais é que comer muita mulher, mulheres bonitas. E escrever uns poemas de amor decentes. Não se preocupe com a idade ou... com os novos talentos, apenas beba mais cerveja. Mais e mais cerveja. Veja o futebol uma vez por semana, escolhe o time que ganha, se possível. Aprender a ganhar é foda, qualquer porção pode ser um bom perdedor. E não se esqueça de Brahms, de Bach e do teu trago. Não faça muito exercício, durma até o meio-dia. Evite cartões de crédito ou pagar qualquer coisa no dia. Lembre-se: não existe um cu nesse mundo que vale mais do que cem pila. E se você tiver a capacidade de amar, ame primeiro a si mesmo. Mas sempre tenha na cabeça a possibilidade de derrota total, mesmo que a razão dessa derrota seja certa ou errada. Um gostinho de morte cedo não é necessariamente uma coisa ruim. Fique longe de bares, igrejas, museus. Faça como a aranha: seja paciente. O tempo é a cruz de todo mundo mais derrota, traição, solidão. Toda essa sujeira, fique com a cerveja. Cerveja é sangue contínuo, um amor contínuo. Pegue uma boa caneta e um papel, enquanto o mundo acontece, fora da tua janela, risca nele, risca nele com força. Como se fosse uma luta de pesos pesados, faça como o touro no seu primeiro ataque. E lembre-se dos velhões que lutaram tão bem. Hemingway, Dostoievski...se você acha que eles não enlouqueceram em quartos minúsculos, como o que você ta fazendo agora, sem mulheres, sem comida, sem...sem esperança. Beba mais cerveja, ainda da tempo. E se não der, tá tudo bem."
- Charles Bukowski - 

sexta-feira, 24 de maio de 2013

o estranho ao lado




tantas histórias em novelas, filmes e na vida real que remetem a apenas uma constatação: a gente nunca conhece quem dorme ao nosso lado!
depois da cena épica de ontem (23/05) na novela das 21:00 em que a mulher do cara lindo, inteligente, dono de uma dicção sem igual descobre que o "estranho" que dorme ao seu lado é, na verdade, gay, até cheguei a pensar que a vida real não imita tanto a "arte"... eis que hoje, ao acessar uma de minhas redes sociais, me declaro com a notícia da separação de uma amiga pois, segundo ela, o "maridão" além de ser agressivo, é gay.
impossível, depois disso, não constatar que a gente leva uma vida pra conhecer a pessoa com a qual decidimos juntar as escovas de dente, e mesmo assim, depois de um tempo pode se assustar quando percebe que, na verdade, não sabe nada daquele ser.
fato é que em algum momento os nossos sensores de encrenca ficam ofuscados pela beleza que se apresenta e passamos a correr o sério risco da cegueira do encantamento, que, aliada a uma pessoa que sabe enganar, encenar, é prato feito pra decepção.

ask.fm

coisas de uma sexta-feira fria e cheia de nada por fazer

Compartilhando meu ask.fm
"Olha, me desculpa a franqueza, mas não quero saber o que você pensa. Se eu quiser certamente vou te perguntar. Mas não precisa dar uma de amigão do peito, limpar a garganta e começar a falar tudo que você acha certo e errado na minha vida. Já sou maior de idade, minha carteira de vacinação está em dia, sei que tudo tem uma ação e reação. Guarda toda essa energia para melhorar o que está desencaixado dentro de você. Deixa que de mim eu sei."
 - Clarissa Corrêa -



quarta-feira, 22 de maio de 2013

so don't come back for me



Dear, it took so long just to feel alright
Remember how to put back the light in my eyes
I wish I had missed the first time that we kissed
Cause you broke all your promises
And now you're back
You don't get to get me back

And who do you think you are?
Running around leaving scars
Collecting your jar of hearts
And tearing love apart
You're gonna catch a cold
From the ice inside your soul
So don't come back for me
Don't come back at all


"É pena que você pense
Que eu sou seu escravo
Dizendo que eu sou seu marido
E não posso partir
Como as pedras imóveis na praia
Eu fico ao seu lado sem saber
Dos amores que a vida me trouxe
E eu não pude viver (...)"
ah Raul....