segunda-feira, 28 de julho de 2014



me toma pelo impulso, pela emoção, pelo calor, pelo cheiro, pelo suor.
aquele beijo-não-dado que enrijece cada músculo da cintura pra baixo e me faz largar meu corpo nos seus braços, sem razão, sem pensar, sem pudor... a cada toque, cada carinho, cada puxão de cabelo.
ao final aquele "to feliz porque hoje descobri que não te perdi" com olhar de sacana que faz derreter.
eu quero mais, cada vez mais, sem motivo pra ser, sem futuro, assim, descabido e voraz.

Nenhum comentário: